Apple Newsstand, HTML5 e o futuro da revista digital

Steve Jobs, CEO da Apple, apresentou ontem (06/06/2011) diversas novidades para seus softwares e produtos eletrônicos no Worldwide Developers Conference. Novidades como o iCloud, serviço que permite armazenar suas fotos, e-mails, documentos e vários outros tipos de arquivos na Internet, para depois sincronizar com o iPad, iPod, iPhone, Mac e PC do usuário. Outra novidade é o novo sistema operacional do Macintosh, o Lion, que aproxima o Mac do sistema operacional dos dispositivos móveis.

Mas, para nós jornalistas, a novidade principal é o IOS 5, sistema operacional para dispositivos móveis, que traz para o iPad o novo aplicativo da Apple, o Newsstand. Trata-se de um aplicativo que permite a compra e assinatura de jornais e revistas, ou seja, funciona como o iBooks, mas é voltado para publicações periódicas. Quando uma assinatura de revista é efetuada nesse aplicativo, cada nova edição disponível no servidor é baixada no background, sem interferir com as atividades do leitor com seu dispositivo. Ou seja, não é mais preciso entrar no aplicativo da revista e esperar o download de centenas de megabites antes de visualizar uma revista.

O que pode assustar as editoras é a taxa de 30% que a Apple cobra para cada venda dessas revistas e jornais. E também o fato que a Apple tem um filtro rigoroso, não aceita publicações de conteúdo adulto, como a Playboy, por exemplo. Mas, a Apple defende que sua solução permite que uma revista fique à disposição de milhões de consumidores que podem comprar sua publicação em qualquer lugar, a qualquer hora, em poucos cliques.

Este será o futuro da revista digital? Talvez, mas a Apple tem um concorrente de peso: o HTML5. Essa tecnologia permite a criação de revistas digitais que são acessadas pela Internet e, portanto, não passam pelo filtro e principalmente, as taxas da Apple, nem precisam de instalação de aplicativos ou de download pesados para cada edição. Já existem publicações baseadas em HTML5, como a revista alemã Aside (http://asidemag.com) e o jornal Financial Times (http://apps.ft.com/ftwebapp/). Mas o problema para essa solução baseada em HTML5 se popularizar é a necessidade de aprender o código de programação, uma dificuldade para muitos designers de revistas.

Em relação ao jornalismo digital, espero que haja uma popularização tanto dos dispositivos tablets como de soluções simples e baratas para publicações digitais e interativas. A revista digital para mídia tablet tem uma narrativa única que, se bem explorada, criará uma mídia provedora de conteúdo jornalístico imersivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: